sexta-feira, 13 de abril de 2012

VOCÊ AINDA ESTÁ COM MEDO?




VOCÊ AINDA ESTÁ COM MEDO?

Por: Willa e Joie

Willa: Então, um artigo recente, "Quem é Peter Pan”, no The New York Review of Books menciona identificação de Michael Jackson com Peter Pan, e sim com indiferença essa pequena bomba cai:

Ocasionalmente, meninos dormiam na mansão de Jackson, ele foi duas vezes acusado de ter abusado deles, mas nunca condenado. Hoje, o consenso parece ser que ele era inocente.

Joie, sei que eu deveria estar feliz que as pessoas estão finalmente chegando aos seus sentidos, e estou. Mas tenho que admitir, venho em torno de ataques desde que li que, murmurando para quem quiser ouvir sobre a inconstância da opinião pública. Quando ele morreu, o "consenso" esmagador que ele era culpado. Se ele não era culpado de abuso sexual exatamente, embora a maioria das pessoas achava que ele era, Ele era suspeitosamente estranho e quase certamente culpado de algo. Agora,três anos mais tarde,"o consenso parece ser que ele era inocente."Por que mudar? Nenhuma evidência significativa nova surgiu. Não há razão lógica para que as pessoas tenham mudado as suas mentes, mas eles têm. Milhões de pessoas têm mudado suas mentes. Porque?



Joie: Eu não sei,Willa, mas eu entendo exatamente porque você está chateada com isso. É muito angustiante saber que este homem bonito, que só teve sempre o amor em seu coração e compaixão para com seus semelhantes, foi tão torturado e ridicularizado e falsamente acusado durante a sua vida. Mas agora, na morte, para muitos daqueles que faziam a difamar parece ter mudado de tom. Agora, quando é tarde demais.

Willa: Eu sei. Eu continuo sentindo esse profundo pesar que a mudança poderia ter acontecido enquanto ele ainda estava vivo. Mas a parte mais irritante de tudo isso é que não poderia ser, porque sua morte é o que desencadeou a mudança. Não há nenhuma razão lógica para a opinião pública mudar agora. As pessoas não estão mudando suas mentes por causa de novas evidências surpreendentes. A única diferença entre agora e há três anos é que ele se foi. Ele teve de morrer antes para que a opinião pública pudesse mudar. E para simum dos aspectos mais angustiantes de tudo isso é que ele sabia, ele sabia que tinha que morrer antes para que as atitudes das pessoas pudessem mudar. Ele nos disse isso em Ghosts. Ghosts é um filme curta tão fascinante de muitas maneiras. Em M Poetica eu disse que era como um seminário sobre a teoria da arte,e é. Poderíamos usá-lo como um trampolim para entrar em alguma teoria realmente fascinante,como idéias Lewis Hyde sobre figuras do malandro ou idéias Elaine Scarry sobre o corpo,ou idéias de Julia Kristeva sobre o objeto,ou idéias de Mikhail Bakhtin sobre o carnaval e do poder do grotesco para romper e desafiar as estruturas de poder autoritário. Essa é uma das idéias principais de Ghosts.
Nós poderíamos passar meses falando apenas deste filme curta.
Mas também podemos olhar para Ghosts como uma resposta artística para as alegações de 1993 e o escândalo,e essa é a abordagem que eu gostaria de aproveitar esta semana. Há muito em Ghosts que corresponde diretamente ao que aconteceu em 1993, e a explosão de mídia que se seguiu.

Joie: Você está certa, Willa.Tanto a música quanto o curta-metragem são virtualmente tudo sobre os acontecimentos que envolveram a tentativa de extorsão de 1993,e nem sequer está escondido,está tudo ali na superfície.Tudo que se tem a fazer é simplesmente prestar atenção,começando com as três músicas que ele escolheu para destacar o curta-metragem em si,"Is It Scary","Ghosts" e "2Bad".

Willa: É verdade,essas três músicas tratam de forma muito explícita com as alegações de 1993,e a trama de Ghosts reforça isso. Ele começa com uma multidão de aldeões irritados invadindo a casa de um artista, um Maestro. Ele tornou-se amigo de algumas das crianças da aldeia e foi dizendo a eles histórias de fantasmas,e os moradores pensam que é inapropriado.Como uma mãe da aldeia lhe diz:
"Não tem vergonha? Os jovens são impressionáveis.

E,claro,que,precisamente paralelo com o que estava acontecendo na vida real:ele era
um artista que desenvolveu uma amizade próxima com as crianças, e muita gente pensou que era inadequado. E eles responderam através da obtenção de um mandado de busca e invadindo sua casa.

Joie:Você sabe,Willa,é realmente muito difícil assistir Ghosts e não ver as semelhanças à sua vida real.Se você estava prestando atenção ao que estava acontecendo em sua vida de todo,e vamos admitir,o mundo não poderia ajudar,mas preste atenção porque a mídia estava obcecada com o "escândalo",você não precisa se perguntar onde ele teve sua inspiração para o enredo.Ele reflete exatamente o que aconteceu com ele, e eu acho que é maravilhoso que ele escolheu para canalizar suas frustrações de maneira criativa.
E eu acho que diz muito sobre seu caráter que ele estava disposto a colocar a sua dor pessoal em exibição para fim de tentar instruir o resto de nós.

Willa:Concordo,Joie.Eu acho que ele estava trabalhando através de muita emoções quando ele criou e desenvolveu este filme.Mas ele foi também ajudando-nos como um trabalho público através das emoções também. Como um artista profundamente comprometido com a mudança social,ele não estava apenas expressanando seus sentimentos através de seu trabalho.Ele também estava muito interessado em saber como seu trabalho influenciou-nos como público e como isso nos ajudaria a trabalhar com os nossos sentimentos,como isso evocava e redirecionava as nossas emoções e alterariam nossas percepções,como falamos nas mensagens exibidas na tela de audiência algumas semanas atrás.
E a forma como ele aborda em Ghosts é fascinante.

Quando os moradores invadem casa do Maestro,a primeira coisa que ele faz é
aparecer-lhes em uma máscara assustadora:em vez de verem seu rosto,os aldeões
vêem um crânio.Eles suspiram e recuam em horror.Mas logo que recuam,ele deixa cair
a máscara e revela que é apenas um disfarce.Os aldeões,em seguida,dão um suspiro
de alívio,começam a relaxar,e reaproximam de uma maneira mais amigável.

É muito interessante o que aconteceu,tanto de forma dramática e psicologicamente.
Os moradores invadiram sua casa,que é um ato muito agressivo,mas ele imediatamente
vira essa dinâmica para que eles são os que se sentem ameaçados,não dele,e então
ele remove essa ameaça,para que eles realmente se sintam um pouco gratos a ele.
É importante ressaltar que os moradores invadiram sua casa,porque eles o vêem como
uma espécie de monstro,o tipo que prejudicaria as crianças,e ele responde ao
aparecer-lhes como um monstro.Assim,através da máscara que ele desperta as emoções
precisas que eles já sentem a respeito dele.Mas então ele revela que é apenas uma
ilusão: ele não é um monstro.Portanto,há um movimento muito rápido para cima e para
baixo de crise e de libertação que funciona em vários níveis diferentes.

Joie: Hmm.Eu realmente nunca analisei isso antes,mas você está certa.Os moradores
invadiram sua casa,eles são os únicos que estão ameaçando ele.Mas mesmo antes que
eles realmente entram na casa,eles se sentem muito assustados e apreensivos.
Eles nem sequer o conheciam ainda,mas eles já sentiam medo dele,mas estava tudo
em suas mentes!

Willa: Exatamente,e ele reflete essas emoções de volta para eles através da máscara, mas desfaz de uma maneira.Assim,através da máscara,ele incentiva os moradores a descarregar suas emoções e,em seguida,sutilmente reconfigura essas emoções.

O Maestro e os moradores começam a falar,e como eles conversam, o prefeito
desenvolve gradualmente um processo contra o Maestro.Ele diz: "Nós temos uma cidade agradável normal,pessoas normais,jovens normais.Nós não precisamos de malucos como você dizendo a eles histórias de fantasmas."Ele então se torna mais agressivo,dizendo:" Você é estranho,você é estranho,e eu não gosto de você.Você está assustando essas crianças,vivendo aqui sozinho."Ele até começa a ameaçar o Maestro,dizendo:" Volte para o circo, você é louco,E faça um favor,OK? Não force-nos a ficar difícil com você,porque faremos,se preciso."Finalmente,ele lhe dá um ultimato,dizendo:" Você vai embora,ou eu vou ter que te machucar? "

Joie: Isso é muito interessante,Willa,particularmente em termos da linguagem que
ele usa no diálogo entre o prefeito e o Maestro.Como você disse,as palavras do
prefeito são muito específicas."Temos uma cidade agradável normal,pessoas normais,
jovens normais." E,claro,que sempre foi a principal acusação dirigida contra o próprio Michael,ele não era. Ele foi chamado de "estranho" e "anormal"."Estranho".muitas pessoas pensaram que ele é uma "aberração".Então,é muito dizendo que estas são as palavras que Michael iria escolher para usar esta troca particular. Isso me faz pensar do artigo Joe Vogel,"Eu sou a besta que você visualizou: O Abuso Cultural de Michael Jackson",o que nós conversamos sobre voltar em novembro, onde Joe se refere a todas aquelas palavras pejorativas como "calúnias".

Willa: Esse é um ponto realmente importante,Joie,e eu acho que você está certa.
Eu acho que ele escolheu essas palavras muito deliberadamente.Como você disse,elas são exatamente as palavras que foram usadas contra ele tantas vezes nos últimos anos de sua vida.Então,o que está acontecendo na tela está justamente refletindo o que está acontecendo com ele na vida real fora da tela. Assim como a máscara reflete as emoções dos moradores de volta para eles, suas escolhas de palavras refletem as nossas emoções de volta para nós.

Importante,o Maestro responde a essa agressão,exatamente como ele fez antes,só que
mais intensamente este tempo:ele distorce o rosto irreconhecível e depois arranca-o
totalmente,então mais uma vez seu rosto,aparece apenas como um crânio.Mais uma vez os moradores recuam dele em terror,como fizeram antes.E mais uma vez,logo que recuam,ele restaura o rosto e revela que é apenas uma ilusão,exatamente como fez antes.Então mais uma vez não há movimentação muito rápida para cima e para baixo de crise e de libertação que dá vazão às emoções dos moradores evocando os seus medos e refletindo-os de volta para eles,e depois resolve esses medos, mostrando que é apenas uma ilusão.

Joie: A mensagem aqui está muito clara,eu acho.Ele está apontando as semelhanças
entre o personagem Maestro e sua vida pessoal.Então,mostrando que é apenas uma ilusão,como você diz,ele está nos dizendo claramente que toda a percepção"estranheza" em torno de sua vida pessoal também é apenas uma ilusão,e o que nós o público e a mídia -pensamos ou vemos,na verdade não é a história real.

Willa: Eu também penso assim,mas também há muita coisa acontecendo psicologicamente.Vemos que,quando ele repete o movimento para cima e para baixo mesmo de crise e lança uma terceira vez.É ainda mais extrema desta vez,em vez de seu rosto se tornar uma caveira,todo o seu corpo torna-se um esqueleto,mas as reações dos moradores são bem diferente desta vez,de modo que houve uma mudança psicológica.Eles estão surpresos mas eles não estão aterrorizados,e eles não recuam neste momento.Eles ficam e assistem o que ele tem para mostrar a eles,e quando o esqueleto começa a dançar,eles sorriem e apreciam sua performance. Em outras palavras,eles não estão tendo uma resposta tão temerosa para o "estranho" e "estranho",como eles tiveram antes. Eles ainda estão cautelosos,mas eles estão se tornando um pouco mais aceitaveis a diferença.

E então ele repete esse padrão para cima e para baixo de crise e libera uma quarta
vez e final,e esta é a mais intensa de todas: ele destrói a si mesmo.Ele pergunta:
"Então,você ainda quer que eu vá?" Muitos dos moradores,especialmente as crianças,
balançam a cabeça "não", mas o prefeito afirma: "Sim! Sim! "Assim,o Maestro diz:" Ótimo. Eu vou."Ele cai e bate as mãos no chão,depois os braços,e então seu rosto.Seu nariz cai,se desintegra o rosto inteiro,seu corpo se transforma em poeira,e um vento sobrenatural sopra-a.

Os moradores estão horrorizados,mas por uma razão completamente diferente do que antes: não porque eles estão com medo dele,mas por ter começado a sentir uma ligação com ele e ficam horrorizados porque ele está destruindo a si mesmo.Assim,os seus sentimentos durante o decorrer do filme foram submetidos a uma inversão completa.Ele saiu,então ele fez o que eles disseram que queriam que ele fizesse,que invadiram sua casa para forçá-lo a fazer.
Mas a essa altura já não querem que ele saia,e assim que ele se foi sentem uma sensação de perda e querem ele de volta.

Joie: Assim como o que estamos vendo agora que ele não está mais aqui conosco.Uau,Isso é muito atraente,Willa.Então você acredita que ele compreendeu que ele e sua arte só seriam verdadeiramente apreciado após a sua morte?

Willa:Eu acho.Mas eu também acho que há mais coisas acontecendo do que isso.Eu ainda estou lutando para descobrir isso e articular para mim,mas eu continuo voltando a estas linhas de "Is It Scary"

Eu vou ser

Exatamente o que você quer ver

É você quem está me provocando

Como você está me querendo

Para ser o estranho no meio da noite

Eu estou divertindo você?

Ou apenas confundindo você?

Eu sou a besta que você visualizou?

E se você quer ver esquisitices excêntricas

Eu serei grotesco diante de seus olhos

Deixe-as todas se materializar ...

Então me diga

O que é o realismo para você,baby?

Eu sou assustador para você?

Você sabe,depois que ele morreu,um monte de comentaristas expressaram surpresa que
não havia tamanha onda de tristeza para ele,considerando todos os anos de escândalos e controvérsias". Is It Scary" de "esquisitices excêntricas",como Michael Jackson chama-los,mas eu estou começando a acreditar exatamente o oposto: que o derramamento de luto público não teria sido possível sem todos esses anos dessas esquisitices excêntricas realizadando uma função crucial,que proporcionou uma série de mini-dramas de "esquisitices excêntricas".crise e liberação,como que
repetido movimento para cima e para baixo em Ghosts. Como em Ghosts,essas esquisitices excêntricas permitiu-nos para desabafar nossas emoções sobre ele após as acusações de abuso sexual e encorajou-nos a trabalhar por eles. Então,quando ele morreu,nós já lidávamos com muitas dessas emoções negativas, e uma vez que ele estava realmente desaparecido,foi-nos revelado que essas emoções negativas eram uma ilusão,como o New York Review of Books.O artigo diz: "Hoje, o consenso parece ser que ele era inocente ",e que foram trazidos de volta para os nossos verdadeiros sentimentos,que é o quanto ele significava para nós.

Joie:É fascinante assumir tudo isso, Willa.Eu nunca olhei para ele,desta forma antes.

Willa: Você sabe,eu ainda estou trabalhando meu caminho através disto,e posso estar
completamente errada sobre isso,mas parece-me que algo de muito importante estava
acontecendo através dessas"esquisitices excêntricas",tanto culturalmente e psicologicamente,e eu acho que Ghosts é a chave para compreendê-lo.Ele tinha uma
estética muito sofisticada, Eu estou convencido de que seu trabalho funcionava em
profundos níveis psicológicos,e ele estava lidando com algumas questões muito
difíceis de psicologia de grupo após o escândalo de 1993 quebrou.Basicamente,
ele estava lidando com uma histeria em massa e o medo do desconhecido,assim como
o Maestro,e ele respondeu de uma forma que abordou diretamente a histeria de grupo.

Sua resposta pode não parecer lógica à primeira vista,mas a mente subconsciente não
é lógica,ou melhor,tem uma lógica própria que difere da lógica da mente consciente,
e eu acredito que,através de suas "esquisitices excêntricas",ele estava falando
diretamente para a mente subconsciente.Como ele nos diz em Ghosts,aqueles mini-dramas repetidos de crise e de versão teve um efeito muito específico psicológico,e eles foram deliberadamente criados para produzir esse efeito psicológico.Em "Is It Scary" ele nos diz muito explicitamente que ele pretende fazer: "Vou ser exatamente o que você quer ver" e "Se você quer ver esquisitices excêntricas,eu vou ser grotesco diante de seus olhos."

Joie: Concordo com você sobre a deliberação de sua arte,Willa,e eu realmente
acredito que as três músicas que aparecem no curta-metragem ("Ghosts", "Is It Scary" e "2Bad") foram escolhidas deliberadamente.Eu acho que você e eu poderíamos provavelmente gastar um blog inteiro,talvez dois,apenas falando sobre essas três canções em detalhes e como elas se relacionam tanto com o filme e para o que estava acontecendo em sua vida no momento.Você sabe,uma vez que temos vindo a trabalhar neste blog,eu vim a entender que realmente não havia muito sobre a arte de Michael Jackson que não foi feito deliberadamente.Ele geralmente tinha uma razão muito calculada para tudo o que fazia e isso só me deixa pasma.Você não adoraria ser capaz de entrar na mente de um artista verdadeiramente grande ... só para tentar entender a sua paixão e fogo pela sua arte.Esse pensamento é tão fascinante para mim,por alguma razão, e eu teria apenas gostado de conversar com ele sobre sua arte.Eu não posso acreditar que tantos jornalistas,como Bashir por exemplo,desperdiçou o tempo precioso que foram concedidos com ele falando sobre coisas tão triviais como a cor de sua pele e seu comportamento perceptível estranho.Que desperdício colossal de uma oportunidade!

Willa: Oh,eu sei!Isso é o que mais me impressiona sobre o documentário Bashir
também,que lhe foi dada essa oportunidade incrível e ele completamente desperdiçou.
Imagine se você pudesse voltar no tempo e falar com Van Gogh por oito meses e
aprender mais,talvez não sobre como interpretar obras específicas,uma vez que os
artistas tendem a ser muito relutantes em limitar seu trabalho a apenas uma
interpretação,mas sobre a sua visão do mundo e como sua arte se encaixam dentro
dessa visão do mundo.Que incrível oportunidade seria.E a Bashir foi dada essa
oportunidade, e foi completamente desperdiçada.E a coisa realmente triste é
que Bashir tem alimentado a sua mente em uma dieta de escândalo por tanto tempo
que nem sequer parece perceber que há um mundo maior lá fora. Michael Jackson está às voltas com questões complexas de justiça social e da percepção e de como fazemos sentido,bem como a capacidade da arte de influenciar profundamente a forma como percebemos e dar sentido ao mundo,e Bashir passa os oito meses fazendo tablóide questões do tipo.É simplesmente impressionante. Felizmente,Michael Jackson deixou um monte de indícios para ajudar a guiar-nos no desenvolvimento de maneiras de abordar o seu trabalho e entender sua visão de mundo.

E como podemos ver em Ghosts,há muito para descobrir e explorar.

Fonte:http://dancingwiththeelephant.wordpress.com/2012/04/
Tradução: AnaMJ

...................

9 comentários:

  1. É o fantasma mais lindo que ja vi na minha vida,quero que ele me assombre com sua beleza de dia e de noite

    Mas falando sobre a matéria do post,eu acho meio estranho essas análises sobre os trabalhos de Michael

    Podemos ver que Michael ja tinha na mente a vontade de desaparecer,podemos ver isso nesse clip de Ghosts,mais se formos ver,isso aconteceu de numa certa forma anos depois,na segunda acusação contra Michael,eles invadiram Neverland e Michael deixou seu rancho e foi embora para outro país,e quando voltou aconteceu o que todos sabem,veio This is it,Michael morreu e agora se tornou o fantasma que assombra muitos

    Tambem na análise de This is it,podemos confirmar o que ja sabíamos,aquilo nunca foi um ensaio,aquilo foi exatamente um filme,mais um filme de mistério que o enredo se desenrola até hoje,sem previsão de quando ira acabar realmente

    Seria bom se no final fosse como Ghosts,Michael vai mais volta e todos o aceitam e o deixem ficar,e deixem de achar que ele é estranho,mais Ghosts teve ja teve um final,o filme que esta em cartaz agora é diferente

    Mas essas análises ainda me intrigam

    Love

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana , exatamente isso!! O trabalho de Michael sempre foi ligado a fuga e dor.Uma dor vivida desde criança, e depois ligado a crianças (Que loucura)
      Monwalker a mesma coisa sumiço e ressurgimento, é estranho demais, Ghost , This , ele sempre se preparou. Porque??, como ele sabia, ai me vem aquilo que sempre te falo alguns sabem exatamente de suas escolhas na terra, é a unica coisa que me vem a mente.
      Quando Jesus disse a Judas faça o que tens de fazer! Ele sabia de como tudo iria terminar , tudo isso me arrepia.
      Michael semeou cada parte de sua existência, mas não de uma forma aleatória, mas com muita precisão.
      Bjs e parabéns pela tradução (Filé)

      Excluir
    2. Também sinto toda criação artística de Michael meio que premonitória, que chega me arrepiar.

      Vejo o trabalho de Michael muito direcionado à conscientização humana.
      Michael usa a arte para nos conscientizar sobre a realidade em que vivemos por falta de valores básicos: Amor e Respeito.
      Michael é um gênio incomparável, inovador e único!!

      Verdade amiga Ana, sua tradução está ótimaaaa!

      Bjãooo LOVE

      Excluir
  2. Um fantasminha lindão desses não há quem resita, né amiga??? hummm...eu queroooo...

    Ana concordo com vc, essas análises além de lindas e reveladoras, tb estão me deixando intrigada.

    Bom, observando o trabalho artístico de Michael,sua vida, seu comportamento e suas mensagens em poemas, músicas, entrevistas e discursos, fica bem claro pra mim, que Michael sempre fez tudo em sua arte e vida, propositalmente e com muita perfeição.
    Michael é um gênio e soube fazer das pedras que lhe atiravam, um castelo. O império que Michael construiu com amor e determinação é muito maior do que se possa imaginar.
    Por isso o admiro tanto!!!

    Em ghosts, está tudo explícito mesmo.
    É impossível que alguém assista ao vídeo sem que perceba que Michael está mostrando sua vida nele e está nos ensinando muito.

    "As pessoas julgam as outras por si mesmas."
    As pessoas que julgaram e condenaram Michael, estavam de certa forma julgando a si mesmas. Essas pessoas não conseguiam se imaginar no lugar de Michael, rodeado de crianças, sem que tivessem um pensamento impuro por elas, sem que as molestassem.
    É isso.

    Quando o Maestro cresce e encara o prefeito e lhe pergunta o que ele está vendo e em seguida ele mesmo lhe explica que o prefeito está se vendo no nele, Michael já está falando ao mundo tudo. Que as pessoas estavam se vendo em Michael, e estavam julgando-o por si mesmas.

    Michael é fenomenal.

    Ontem disse que iria assistir ao vídeo, mas não deu. Hj vou fazer isso. Porque cada análise que leio, tenho que rever o vídeo, porque além da saudade que aperta, a vontade de enxergar melhor todos os propósitos de Michael aumentam.

    Amiga, seria realmente o máximo se o mundo pudesse enxergar Michael melhor, para que ele pudesse fazer do filme ghosts um filme real, não é?
    ...com sua volta e todos o respeitando e amando.

    Bjãooo LOVE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maíra isso é além da imaginação de qualquer mortal! É puro enigma. Se existir outra coisa assim pode esconder de mim, porque meu cérebro não aguenta, pipoca na hora, aliás eu estou sentindo cheiro de queimado kkkkkkkkkk
      Bjs

      Excluir
    2. Mas o propósito do fofo é esse mesmo, queimar alguns neurônios nossos que estão estragados e colocar uns novos..kkkkkk
      Michal é elevadíssimo.
      Deus enviou esse anjo à terra propositalmente, para que através de seu brilho, nos conduzisse de um jeito inovador e doce...cantando. ;)
      Bjãooo LOVE

      Excluir
  3. Fernanda Capuxo14/04/2012 22:44

    É meninas,mais uma análise maravilhosa que entra para nossa coleção né.
    Não me canso de elogiar! A tradução ficou ótima,o que importa é estar dentro do contexto e propagar a mensagem,a verdadeira mensagem de todo esse trabalho esplêndido do Michael.
    Também estou muito intrigada,são análises que realmente tem muito sentido! Se formos analisar ao pé da letra,cada trabalho do Michael reflete um período e/ou fase de sua vida.Isso é maravilhoso,porque através disso podemos conhecer um pouco a mente do Michael,como ele encarava os fatos,afinal de contas foi através do seu trabalho que expôs seus sentimentos mais profundos e mais bonitos.
    Michael é maravilhoso.Assisti o Vision hoje o dia todo! Me dei esse presente de vê-lo e senti-lo.É realmente maravilhoso! eu não tenho nem palavras para expressar o bem que faz.Michael é único,é maravilhoso,é apaixonante,é renovador.Amo demais esse homem. <3
    Bjão
    LOVE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. + 1
      Amiga te enviei um e-mail
      Bjs

      Excluir
    2. É verdade amiga Fê, o que importa numa tradução é o contexto e também o capricho dessa tradução para que nos dê o prazer de uma boa leitura e a compreensão da mesma. Quando lemos e gostamos, propagamos. E assim, essas maravilhas sobre Michael vão sendo propagadas aos quatro cantos do mundo, por seus fãs!! ;)

      Bjãooo LOVE

      Excluir