sexta-feira, 9 de março de 2012

MEU MENTOR, MICHAEL JACKSON - POR WADE ROBSON



A HISTÓRIA DE MICHAEL JACKSON E WADE ROBSON


Wade Robson, um dos meninos que, em 1993, Tom Sneddon e sua gangue foram procurar na DESESPERADA TENTATIVA de incriminar Michael Jackson, acusando-o de pedófilo, contou como conheceu Michael e como ele foi FUNDAMENTAL para a sua formação pessoal e profissional.
Inspirado e incentivado por aquele a quem ele chama de seu MENTOR, Wade tornou-se um coreógrafo, diretor musical de vídeos, comerciais, premiações de shows e turnês de artistas como Britney Spears, NSYNC, Usher, Mya e Pink.
Pela MTV, ele criou a série "The Wade Robson Project".
A partir daí, ele desenvolveu outros trabalhos relacionados como o "So you think you can dance".
Trabalhou, também com Criss Angel - leia-se CIRQUE DU SOLEIL - no espetáculo BELIEVE.




"Michael Jackson era meu Deus, mas ele se tornou sem dúvida, um amigo. Ele disse: 'Se dançar é o que você quer fazer, siga seu coração. Eu irei ajudá-lo.' "

Jackson (com o seu protegido de 5 anos em 1987) "costumava dizer que, juntos, mudariam o mundo", diz mãe de Wade.

"Eu costumava falar com Michael durante três horas por dia. Nunca descobri como ele conseguia arranjar tanto tempo, já que parecia tão ocupado, mas ele sempre me telefonava e nós conversávamos, conversávamos e conversávamos. Ele tinha um celular que usava para falar comigo e me mandar mensagens. Tudo isso fazia parte de uma amizade que durou mais de 20 anos.
Conheci o Michael quando ele estava começando a turnê Bad, em 1987. Eu tinha 5 anos nessa época, e a equipe de Michael organizou uma competição de dança em todos os países, então, eu decidi participar em Brisbane (*cidade australiana). Me lembro de dançar “Thriller” enquanto assistia ao clipe quando tinha apenas 2 anos de idade! A minha mãe tinha uma fita e, quando assisti, simplesmente enlouqueci! Eu costumava correr assustado para a cozinha toda vez que o lobisomem aparecia na tela. Quando eu fiz 3 anos, já tinha aprendido a coreografia inteira da música.
Eu acabei ganhando a competição de dança. Fomos ver um show do Michael em Brisbane e fui apresentado a ele no “meet and greet”. Me lembro de estar usando uma roupa personalizada de “Bad” – peguei o cinto da minha mãe e dei umas cinco voltas ao meu redor. Michael ficou impressionado e me perguntou se eu dançava. Eu respondi a ele que sim e então, ele me disse:

'Você gostaria de dançar comigo no show de amanhã?'.

Eu não conseguia acreditar. Ele se referia ao grande show da noite seguinte, em Brisbane. Sua ideia era de que eu apareceria no palco para dançar Bad, a última música do show. Ele tinha trazido algumas crianças órfãs, por isso, achou que seria legal que eu também aparecesse no final da apresentação de Bad. No final da música, estávamos todos no palco, Stevie Wonder também estava lá, Michael veio até a mim e disse:

'Vamos lá!'.

Levei um tempo para entender que aquilo significava algo como “Dê o seu show!”. Então, corri para a frente do palco e joguei o meu chapéu pro público, que, imediatamente, começou a delirar! Quando me virei, Michael já estava dizendo adeus para a multidão, as outras crianças já haviam ido embora e Stevie Wonder estava sendo dirigido aos bastidores.
Quando percebi que Michael estava me chamando, saí correndo. Depois, minha mãe e eu passamos duas horas no hotel com Michael e nos tornamos seus amigos. Ele nos mostrou seus novos clipes para o filme Moonwalker e nós conversamos muito. Nós realmente não pudemos manter contato após isso, mas eu entrei numa companhia de dança – literalmente, no dia seguinte ao show de Michael -, e, dois anos depois, eu fui aos Estados Unidos para conhecer a Disneylândia.
Entrei em contato com Michael através de pessoas de sua equipe, e ele se lembrou de mim! Eu e minha família fomos ao estúdio Record One, onde seu próximo álbum, Dangerous, estava sendo mixado. Mostrei a ele alguns dos meus vídeos de dança e ele me perguntou:

'Você e a sua família gostariam de ir à Neverland essa noite?'.

Claro que todos nós fomos de acordo e acabamos ficando no rancho por duas semanas.
Nossa amizade floresceu. Durante aqueles 14 dias, ele me levava ao seu estúdio de dança, colocava alguma música e nós dançávamos por horas! Nós costumávamos sentar lá e assistir a filmes como "As Tartarugas Ninjas". Uma vez, saímos de Neverland no carro de Michael, escutando música no último volume!
Ele ainda me ensinou a fazer o moonwalk. Nós estávamos em seu estúdio de dança, e Michael me mostrou passo por passo. Eu não conseguia dormir a noite toda… A emoção de deslizar para trás ao lado do cara que fez tornar esse passo famoso era indescritível!
Anos mais tarde, eu e minha mãe nos mudamos para os Estados Unidos para que eu conseguisse realizar o meu sonho de trabalhar com a dança, e Michael nos ajudou muito! Ele me deu a oportunidade de começar bem me colocando num de seus clipes mais famosos, "Black Or White." O papel que ele assumiu comigo era de um verdadeiro mentor.
Quando eu tinha 7 anos, ele me disse que eu seria um diretor de cinema, e realmente foi isso que me tornei. Michael criou uma sede de conhecimento em mim. Certa vez, um mini estúdio de gravação apareceu na minha porta, mas o mais legal foi que Michael me impediu de me tornar uma criança mimada. Ele dizia:

"Isto é para você, mas quero ver você fazer algo com isso. Não pense que é um dado adquirido, senão levo de volta."

A última vez que o vi foi em julho de 2008. Eu estava em Las Vegas, trabalhando num programa e ele estava morando lá. Eu, minha esposa, Michael e seus três filhos fizemos um churrasco. Foi a coisa mais normal do mundo. Eu e minha esposa fomos à Whole Foods (* supermercado da cidade) e compramos coisas para cozinhar. Mas quando chegamos lá, ele já tinha improvisado tudo. Eu disse: “Cara, por que você trouxe tanta comida? Nós já temos o suficiente aqui”. Me lembro de ter cozinhado no lado de fora da casa, enquanto Michael estava sentado, embaixo de um guarda-chuva.
Tivemos grandes momentos, ele era uma pessoa tão carinhosa! Acima de tudo, sentirei falta dessas conversas pelo telefone. Eu ainda tenho o telefone que usávamos para conversar. Simplesmente não suporto a ideia de apagar aquelas mensagens…
Michael Jackson mudou o mundo – e, pessoalmente, a minha vida – para sempre. Ele é a razão pela qual eu danço, a razão pela qual eu faço música, e uma das principais razões para eu acreditar na bondade pura da espécie humana. Ele foi meu amigo por mais de 20 anos. Sua música, sua dança, suas palavras de inspiração e encorajamento e seu amor incondicional vão viver dentro de mim eternamente. Vou sentir muita saudade dele, mas sei que agora ele está em paz e encantando os céus com belas músicas e um moonwalk."

INFORMAÇÕES DO LIVRO "VISUAL DOCUMENTARY" - POR ADRIAN GRANT

Na primavera de 1990, Wade Robson, um garoto australiano de sete anos, voa da Austrália para os EUA, JUNTAMENTE COM SEUS PAIS, para estudar canto e dança com Michael Jackson.
Wade conheceu Michael aos 5 anos, quando ele venceu uma competição de dança.
A mãe de Wade - Joy - diz que seu filho aprendeu a dançar assistindo aos vídeos de Michael e que o considera o MODELO PERFEITO PARA SEU FILHO.

O vídeo abaixo é de 1993, quando Wade e sua mãe Joy defenderam Michael, dizendo que ele NUNCA fez nada de inapropriado.


Abaixo, vídeos de algumas performances de Wade Robson.



11 comentários:

  1. Fernanda Capuxo10/03/2012 14:24

    Que legal esse post.Muito linda a história dele,como ele conheceu Michael e tudo mais.
    O Michael é realmente um anjo!Me emociono muito com essas histórias,e é nesse tipo de atitude que vemos o quanto Michael era simples e modesto apesar de tudo que era: Um verdadeiro rei,um verdadeiro cavalheiro,príncipe dos meus sonhos.
    Michael I Love You Forever.
    Bjs
    Love

    ResponderExcluir
  2. Fê amiga, tb amo ler essas histórias sobre nosso Michael. São depoimentos que evidenciam nosso verdadeiro Michael. Gosto de estar sempre postando, mesmo que várias vezes..rsrsrs...

    Se os lixos são tão repisados, porque não as verdades também, né? É um prazer imenso ser fã do fofo, é um prazer também divulgar várias vezes a sua beleza. ;)

    Ai amiga, esse homem é tudooooo! Gostaria muito que o mundo todo enxergasse Michael como enxergamos e o amasse como o amamos! :)

    Amei esse depoimento!! As pessoas boas que se aproximaram de Michael se banharam em sua energia elevada, se iluminaram com seu brilho, tiveram sucesso e são felizes...mas, as más se afundaram em frustrações, em ódio...e não tiveram sucesso algum, apenas mostraram o quanto são feias por dentro, pobres de alma, o quanto são infelizes.

    Fê, estou lendo o livro Simplesmente Michael, vc já leu?? Vou te confessar uma coisa...o livro é demais!! Estou encantada com a forma como a autora se expressa à Michael, não há exageros, há verdades. Tudo aquilo que sentimos por Michael está ali expressado em palavras. É incrível!! As análises das músicas, depoimentos das pessoas mais íntimas, a própria essência de Michael e sua energia elevada que conseguimos sentir tão bem, tudo...tudo está ali como mágica!! Esse é um livro que deveria ser lido por todos os fãs, sem exceção ou melhor, deveria ser lido por todos...fãs e não fãs, porque é um livro complexo e reflexivo. Não é um livro apenas para fãs e sim para todas as pessoas de mente e coração abertos, que se permitem ao crescimento interior.

    Michael é sinônimo de conscientização, as pessoas deveriam sentir melhor esse homem. Michael é êxtase puro!!

    Beijãooo amiga LOVE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda Capuxo11/03/2012 00:18

      Amiga ainda não tive o prazer de ler,infelizmente só poderei comprá-lo no mês que vem,sabe como é gente que vive de salário né! rsrs..
      Mas estou super interessada,simplesmente me apaixonei pelo livro desde a sua postagem aqui no blog.Estou realmente louca para ler!
      Amiga,também amo muito essas histórias,e concordo plenamente com você,se as injustiças são tão propagadas e repetidas,por que não mostrar a verdadeira face desse homem maravilhoso?
      Com certeza é maravilhoso ler um depoimento como esse,de pessoas que tiveram o privilégio de estar com ele e contar seu verdadeiro eu,isso é lindo e admirável.
      Amiga,desculpa mas tenho que repetir:você está mais do que de parabéns! Seu trabalho aqui no blog é esplêndido,te admiro muito viu e amo seu blog. :)
      Bjão
      Love

      Excluir
    2. Fê amiga, então quando aparecer um money, não deixe de comprar, pq vale muito a pena. Vc vai amar de paixão. Falo francamente, esse livro é um dos mais exatos, mais verdadeiros, que falam sobre Michael. ;)

      Sim amiga, precisamos evidenciar as verdades sobre Michael. Chega de mentiras, de tablóides... É chegada a hora da mudança, da conscientização.

      Obrigada Fê! Fico feliz por estar gostando desse cantinho onde o amor é a base de tudo. ;)

      Bjãooo LOVE

      Excluir
  3. Oi Maíra,
    Estou sumida dos blogs porque estou fazendo outro com todas as postagens e tive uns contratempos que atrasaram o processo. Mas logo estarei de blog novo.
    Obrigada por postar essa história linda sobre o ANJO.
    Maíra, você sabe como devo fazer para reativar o Google Friend Conection?
    Meus seguidores só estão aparecendo no painel.
    Bjinho,
    Wendy

    ResponderExcluir
  4. Ohhhh sumida!! :O
    Outro dia pensei em vc, sabia? Poxa, cadê a amiga Wendy??

    Que bom que está na ativa! Pensei que tivesse desistido. Pode não, né? ;)

    Sim Wendy, vc me disse outro dia que está fazendo outro blog. Mas posso te fazer um pedido?
    Não exclua o outro, ok? Mesmo que o novo traga todos os posts do antigo. Conserve-o na net tb. :)
    Sei blog é muito bom, tem matérias ótimas que precisam ser propagadas.
    Obrigada por mantê-lo destrancado, facilitando assim a propagação de todas as maravilhas do nosso Michael.
    Esse é o nosso propósito, propagar as verdades de Michael, sempre!

    Amiga, não sei ativar o Google Friend Conection, ou melhor não entendo nadinha dessas coisas...rsrs...Minha amiga que cuidou do meu blog e colocou uns lances nele. Não entendo nada, mas estou procurando um tempinho para ver se aprendo algo. Só sei postar, rsrsrs...

    Beijãooo LOVE
    ...e vê se não some mais, ok? :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maíra,
      Está demorando porque você sabe, trabalho de blogueiro(a) é trabalho braçal.
      Além de migrar todas as postagens, que são mais de 700, eu estou reestruturando tudo, sabe?
      Acho que vai ficar legal. O ANJO merece, né?
      Ele fez o melhor por nós e temos que fazer o mesmo por ele. Você disse bem naquela outra postagem: RECIPROCIDADE.
      Quanto ao Google Friend Conection, consegui resolver. O pessoal do blogger arruma uma coisa e estraga outra.
      Agora é o "Mostrar edição rápida" que não está funcionando prá mim. rsrsrs
      Não sei o que eles estão arrumando... rsrsrs
      Estou acompanhando sempre aqui viu amiga. Seu blog também é muito bom.
      Não sumo não, pode deixar.
      Beijão prá ti também.
      L.O.V.E.

      Excluir
    2. Que bom Wendy que vc pensa como eu e como muitos fãs verdadeiros. Nosso fofo merece mesmo toda reciprocidade de um amor incondicional que ele sempre nos deu. :)
      Michael merece todo nosso apoio, dedicação, nosso amor e todo nosso respeito. Devemos sempre propagar suas verdades, sempre!
      Não vejo a hora de ver seu novo blog, amiga. Sei que vindo de você será muito bom, mas muito bom mesmo e nosso fofo merece e nós também.
      Seguiremos sempre unidas amiga, sempre!
      Beijo grande...LOVE

      Excluir
  5. Ah, Maíra, esqueci de perguntar: aquele blog "Michael Jackson I Love You Most" é seu também?
    L.O.V.E.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não amiga, esse blog é da amiga Mell.
      E foi exatamente ela que me deu uma ajuda em meu blog para colocar banner, marcadores e outras coisinhas que agora estou começando a aprender..rsrs...
      Beijãooo LOVE

      Excluir
    2. Então, também tive um problema sério aqui no meu computador, fiquei mais de duas semamas com problema porque tive dois vírus graves invadindo minha máquina.
      Tive sorte, amiga, pois a parte de hardware não foi danificada, mas perdi dados, foi o maior stress.
      Não desejo isso prá ninguém, é horrível.

      Excluir